Sublime – A tua maior versão

SUBLIME – A TUA MAIOR VERSÃO

Estás sempre no sitio certo, à hora certa, com as pessoas certas, a ter a experiência certa.

Se nos focarmos na fome, nas guerras, na violência, nos desequilíbrios sociais, na corrupção, no egoísmo, nos julgamentos, na inveja, nos ciúmes, nas doenças, no desespero, nas violações, nos maus tratos, os abandonos, no que fazemos ao planeta… Está tudo “fodido”.

Se nos focarmos na perfeição e imensidão do mar, no infinito das estrelas, na beleza dos animais, na abundância da natureza, no poder do Sol, na complexidade do corpo humano, no mistério das leis da natureza como a gravidade, na alternância das estações, no poder dos rios, na força do tempo, no olhar de um Bebé, no poder do Amor, no poder do perdão, no poder do Agradecimento, na força da Aceitação, na imensidão de um abraço, no calor de um beijo, na vastidão de um sorriso… Está tudo perfeito.

Agora que já te lembrei disso tudo, achas que quem criou isso não nos criou a nós? E para quê?
Se tens medo de ser quem és, de ser a tua versão maior, a tua versão sublime como eu lhe chamo e que inspirou o título desta partilha, se estás cansado de seres quem não és, se já não aguentas mais, se sentes aí bem dentro de ti que há algo mais, se achas que podes viver de outra forma, se já não te serve o que te ensinaram e o que automaticamente pensas ou fazes mesmo sem saber porquê… Então avança, talvez o que eu descobri e experimentei e partilho de seguida te sirva. Que tens a perder? Arrisca. Por ti.

Não há técnicas, nem processos, nem práticas.
Se decidires avançar… Aperta o cinto, a viagem que vais iniciar pode mudar a tua vida, pelo menos a tua perceção da mesma.

Prometo-te.

DINIS MONTEIRO

“Aperta o cinto, a viagem que vais iniciar pode mudar a tua vida, pelo menos a tua perceção da mesma.”

Como a história vai ser contada:

O livro é um diálogo como se fosse uma longa conversa. Imaginem que tinham ao vosso dispor essa força maior a que uns chamam Vida, outros chamam Deus, Universo, Jesus, Buda, Alá, Campo de possibilidades, Prana, Chi, Arquiteto do Universo, Criador, Super-Consciência, Energia infinita, Amor incondicional, etc.

E imaginem que poderiam colocar todas as perguntas que quisessem… Assim está estruturado este livro, uma conversa, sem barreiras, sem limites, na qual o Marco António coloca questões à Vida e a Vida responde ao Marco António e este debate-se com as respostas e formula novas perguntas numa troca incessante de argumentos, opiniões, teorias e filosofias.

O que posso esperar ao ler este livro?

a.       Uma mensagem sincera e inovadora sobre o motivo porque a vida é da forma que é;

b.      Uma mensagem impulsionadora que te ajuda a libertar complexos de culpa e auto julgamentos;

c.       Uma forma de ver a vida em que passas a julgar menos os outros e a fluir mais facilmente com a vida;

d.      Uma visão inovadora sobre o “porquê” de existires e todos os que encontras pela vida fora;

e.      Um regresso a casa, um relembrar do “porquê” de tantas coisas;

f.        Uma filosofia de viver e encarar a vida que te permite ter mais paz interior;

g.       Uma escrita com humor, leve e objetiva que permita uma leitura fluída e agradável.

Testemunhos

Eduardo Cruz – Empresário Restauração – 39 anos

Foi uma viagem muito interessante que nos faz pensar em tudo que vivemos e o que podemos viver daqui em diante.
O desenrolar do diálogo com todas as perguntas e respostas, observações e explicações foi muito bem conseguido e de fácil compreensão.
O que mais me tocou foi a forma como foi expresso que o maior prazer e felicidade do ser humano é a procura de SENTIR.

Zara Pereira – Agente de Seguros – 44 anos

Acho que todas as pessoas sem exceção o deveriam ler. Muitas vezes fazemos uma série de questões a nós próprios que nunca pensamos ter respostas mas na verdade as mesmas existem. A prova que disso estão expostas no teu livro.
De uma forma geral gostei de tudo. Sem dúvida a vida é um autocarro. A frase que mais gostei está na capa no verso… ” Só há duas hipóteses: ou viemos aqui para sofrer e isto está tudo “fodido” ou está tudo perfeito e nós ainda não compreendemos como isto funciona…”

Carla Ferreira – Educadora – 41 anos

De leitura fácil e fluida mas profunda; Identifico-me com muitas das reflexões; Acessível a qualquer leitor; O diálogo entre as duas personagens, sempre construtivo, vivo e interessante; Inovador, na forma de encarar a Vida e Sentir; Todas as questões e reflexões tidas neste, bem explicadas;
O que mais me toucou foi a simplicidade com que pode ser vivida a Vida: apenas Estar, Ser, Sentir, Viver, Experienciar; O reforço do sentido de pertença a um TODO; O retirar de etiquetas às coisas, aos sentimentos, aos diferentes estados que vamos passando segundo a segundo, é imensamente LIBERTADOR.

Filipe Félix – Manager Centro Solinca – 37 anos

Fantástica história sobre aquilo que nós realmente somos abrindo a porta para uma nova percepção da vida. O que mais me tocou foi a forma como é descrita toda esta experiência, através de um diálogo entre uma personagem e a “Vida”, igual a qualquer conversa entre amigos, o que faz com que a leitura seja fluida e intensa.

O Autor

Nasci em 1974 no seio de uma família que adoro e está sempre presente, de valores católicos num País pequeno e estável e aberto ao Mundo – Portugal. Nasci numa cidade pequena, bairrista, linda e onde todos se vão conhecendo, uma espécie de “aldeia” desenvolvida – Guimarães. Cresci orientado por valores de respeito, educação, civismo, alegria, garra, amor, aventura e amizade. Sou Pai de um Ser absolutamente fantástico, tenho uma irmã única e muito especial e sou companheiro de viagem de tantos amigos espetaculares. Sou formado em números, criativo, empreendedor, curioso e teimoso. Vivi a vida que estava escrita para ser vivida e esta trouxe-me as respostas para as perguntas que tinha. Este livro, uma conversa viva, espelha essas respostas e tudo aquilo em que acredito.

Dinis Monteiro

dinis.monteiro@thesublime.org

Sempre soube que havia algo mais, não sabia o que era, mas havia. Não podia ser só assim, viver em causas e consequências, em valores, muitas vezes sem ser nossos, tinha que haver algo mais. Mais tarde vim a aprender que tudo vem ter connosco, pelo menos o que é divino ou superior à nossa aparente limitada existência.

Nos momentos mais exigentes olhava naturalmente para cima e falava com esse alguém, essa “coisa” que sentia existir, mas que não sabia bem o que era, mas que era. Intuitivamente comunicava à minha maneira com essa força maior.

Sempre procurei respostas para perguntas que eu julgo todos terem em si: Deus existe? Onde está? Há vida além da morte? Comandamos o nosso destino e temos livre arbítrio? Se sim, de que forma? Há vida além deste planeta? O que é isso da espiritualidade? Há Céu? E Inferno? Há uma religião certa e outras erradas? Há regras chave? Há uma verdade só?

Sei quem sou. Sei quem és. Não quero mudar a minha história, nem posso. Não posso mudar a tua história, nem quero. Mas posso mudar a tua perceção da tua história. Para quê? Para viveres com mais liberdade e paz interior.

Acredito nisso. Arrisca.

Sublime – A tua maior versão

“Uma filosofia de viver e encarar a vida que te permite ter mais paz interior.”

Ou visita a Loja Olhar Diferente e compra o livro pessoalmente!

Loja Olhar Diferente
Praça S. Tiago, nº 14
4810-300 Guimarães

Horário: Das 10H às 19H